quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

3 em 1

Por que chorar por causa de uma música? Por que deixar essa melodia tomar conta de mim? Eu nunca vi o mar. Mas é pra lá que ela me leva. É como seu eu fosse de outra época, como se eu fosse de outra geração. No entanto eu estou aqui, do mesmo jeito, habitualmente parado na frente do computador, ouvindo a bendita música pelas caixinhas de som. Meus olhos estão molhados e estou com medo da madrugada. A madrugada é dura, cruel, irônica. Ela sorri pra mim como se fosse uma estrela, mas eu sei que no fundo ela é como eu. Adora-se e odeia-se.


Rotina. Minhas aulas estão chegando e é nisso que minha vida vai se transformar, rotina. Eu não estou reclamando, mas sabe aquela pessoa que se entedia facilmente? Sou eu. Sei que eu sou o gerente da minha vida e que se não quero viver na rotina, devo fazer coisas diferentes, mas é mais difícil quando a rotina é mental e não rotina vivida, batida, suada. A rotina mental é sutil e silenciosa e quando menos se espera ela te enlaça e pronto, você já esta rotinado. São as mesmas caras, os mesmos sorrisos, os mesmos reflexos. As músicas são todas iguais, aguadas. Os textos dizem coisas que você já sabe. O mundo conspira pra que você viva cópias e mais cópias de seus dias. “O tempo é uma grande fotocopiadora”, você vai pensar. Prepare-se pra viver dejavú atrás de dejavú. Essa rotina mental é tão bonita.


Eles me olham, analisam, dizem que me amam. Mas eles querem me ver sair, eles precisam saber como eu viverei sozinho, eles esperam o dia que eu suma. Eles querem me ver crescer e querem não sentir vergonha do que eu serei. Querem que eu coma e que durma nas horas certas, pra que não fique doente. Eles precisam sugar o meu tempo e os meus pensamentos.Eles querem que eu seja o rei do mundo. Mas eu só quero que eles conversem comigo. Eu quero que meus pais não sintam medo de me conhecer.

Jefferson Reis

15 comentários:

Leonardo Platane disse...

Apesar de tão pessoal, é um texto um tanto profundo.

Biih Sully disse...

liindãao *-----*. Apesar de tão pessoal, é um texto um tanto profundo.²

Pallomah Silva disse...

Muito profundo, gostei! Gostei muito

Pedro Novaes disse...

Realmente o texto é bem profundo e pessoal! E interessante tbm.

Parabéns pelo blog!

http://pedrolusi.blogspot.com/

infinityxp disse...

Caraca, parabens. Palavras profundas verdadeiras.

Srta.: Coração de Papel disse...

Gostei, gosto de palavras sinceras .... E sentimentos verdadeiros.
Parabéns!

Bruno (Binão) disse...

realmente profundo e bem pessoal , mas muito bom

Anna Carolina disse...

passando aqui pra retribuir a visita, e gradecer o comentário :)
adoraria conversar com você sobre o assunto do post qualquer dia :)
desculpa a verificação de palavras, eu coloco por segurança :/
mas enfim, adoraria mesmo te ver mais por lá para que podessomos conversar :D

beijos, e sucesso com o seu blog :)

Rogerio disse...

você contou 3 storias em um postagem...emoções e sentimentos que passamos...muito bom...

Alexandre Terra disse...

mt bom cara, curti bastante seu texto...como ja disseram, eh mt profundo....me fez refletir!

http://alexandreterra.blogspot.com/

semsabor disse...

Cara,eu adoro texto assim,intenso sabe? você é bom nisso,em transformar as coisas que vc sente em palavras,

http://semsaboor.blogspot.com/

@dαieh disse...

- Adoro seus textos e amei o template novo (:

beijos ;*

Phellipe salaroli disse...

Mto tocante o texto.! Parabens

#alguem-ninguem disse...

Tudo muito claro e simples aqui. Gostei. Parabéns :]

Thamara disse...

Palavras profundas, você deve estar um tanto quanto confuso com suas idéias, sua vida e coisas do tipo. Face, depois da tempestade sempre vem o sol e no final tudo da certo.
Gostei do blog ...

http://www.desabafointerior.blogspot.com/